Como controlar a ansiedade?

A ansiedade é um mal que atinge diversas pessoas ao redor do mundo – e é uma consequência da modernidade e de toda a nossa rotina. Isso porque, muito do nosso cotidiano é povoado por estresses, prazos apertados e pressões.

Muitas vezes não temos controle sobre determinados estados psicológicos, como por exemplo, a ansiedade, que se mostra em pequenos detalhes no nosso cotidiano, como um roer de unhas, uma irritação constante, falta de paciência – e isso, só para citar alguns dos sintomas mais evidentes.

Talvez o que você não sabe é que temos como controlar a ansiedade. O processo, no entanto, exige uma total reeducação de hábitos, afinal, até mesmo a nossa alimentação pode sofrer consequências por conta da ansiedade.

E você, sabe como controlar a ansiedade? Neste artigo iremos dar algumas dicas de como você pode controlar este mal e assim obter uma maior qualidade de vida. Vamos nessa?

Os números da ansiedade

 

A ansiedade atinge no mundo mais de 300 milhões de pessoas. Só no Brasil existem cerca de 18 milhões de pessoas com algum nível de ansiedade. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Isso corresponde a um total de 33% da população mundial – o que, se pararmos para pensar, não é pouca coisa.

E, segundo a mesma OMS, o brasileiro possui a maior taxa de transtorno de ansiedade no mundo.

Por isso, é de extrema importância que você saiba como controlar a ansiedade para que você não entre para os números das estatísticas.

Quais os sintomas?

Os sintomas da ansiedade incluem irritação, falta de paciência com situações cotidianas, além de poder causar insônia e também problemas gastrointestinais.

É possível que alguns dos primeiros sinais de uma ansiedade em menor grau estejam em pequenos tiques em momentos de estresse.

Se, diante de um evento, você perde o seu sono, muito provavelmente você deve possuir algum nível de ansiedade.

A seguir você vai conferir algumas dicas muito úteis de como controlar a ansiedade.

Como controlar a ansiedade?

Existem algumas formas de controlar essa doença que atinge há tantas pessoas. Como já foi dito, é preciso uma reeducação, pois, por se tratar de uma doença de ordem psicológica, isso quer dizer que o seu corpo também pode ser atingido.

A seguir listamos algumas das práticas que ajudarão você a saber como controlar a ansiedade e assim adquirir uma maior qualidade de vida.

Praticar atividades físicas: encaixar algum tipo atividade física à sua rotina irá auxiliar o seu cérebro a controlar melhor os sintomas da ansiedade.

Os exercícios são indicados, principalmente, porque no momento em que praticamos alguma atividade física liberamos uma grande quantidade de serotonina no nosso corpo – um hormônio responsável pela sensação de prazer.

Continuando em métodos que a ciência indica, podemos aceitar que a ingestão de alimentos com triptofano é uma boa maneira de como controlar a ansiedade.

Geralmente doces como o chocolate contêm esse aminoácido que é precursor da já citada serotonina.

Chás calmantes também são métodos muito úteis na hora de diminuir os sintomas da ansiedade.

Tentar reduzir ao máximo o estresse também é uma boa maneira de como controlar a ansiedade, isso porque ao reduzirmos os fatores estressores no nosso dia a dia, estaremos também reduzindo os riscos de sermos atacados por crises de ansiedade.

Assim como tentar encontrar alguma forma de otimismo e, em situações de estresse, que não podemos evitar, tentar respirar fundo e manter o controle.

Uma boa maneira de evitar o estresse é ter uma rotina de organização.

Alguma forma de terapia, em casos mais graves, não é descartada, mas recomenda-se, principalmente que se tenha uma boa rotina de autoestima e autoconfiança para conseguir lidar melhor a ansiedade.

E aí, aprendeu um pouco como controlar a ansiedade?

 

Gostou do artigo acima? Não deixe de comentar abaixo, assim como você pode compartilhá-lo em suas redes sociais e ficar sempre ligado em mais novidades para o seu dia a dia. Até mais!

 

Lidiane

Lidiane

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *